• Gustavo Candiota

Como era a viagem de um Brasileiro aos EUA nos anos 90


Veja a diferença de poder de compra que um brasileiro tinha ao viajar aos EUA na época em que o Real foi criado e artificialmente valorizado no câmbio para estabilizar a economia. Não era por acaso que alguns passageiros voltavam com 3 ou 4 volumes, excediam suas cotas de compra (USD 500), pagavam multas, passavam por momentos tensos na alfândega e, ainda assim, valia a pena. Era uma verdadeira festa do consumo desenfreado desnecessário.

Exemplos:

1) Comprar um CD de música era incrívelmente barato;

Na época em que as MP3 ainda eram lenda, ou estavam em teste, música em CD era o máximo. E como era barato comprar nos EUA. Os melhores álbuns no Brasil geralmente eram importados. Em Miami, um cliente pagava 1/5 do valor. Aquela época traz boas recordações. Quem não gostava de ter um Porta-CD bacana na sala de estar? Quem ainda tem?