• Gustavo Candiota

Dica de câmbio importante para quem vai à Argentina. Leia!


Para quem já viajou ao o país vizinho, recentemente ou a mais tempo, é sabido: fazer câmbio informal ao chegar lá é mais vantajoso financeiramente. Porém... isto traz riscos. Saiba o que você deve fazer para não ter surpresas desagradáveis.

Por muito tempo, levar reais e, principalmente, dólares americanos para a Argentina era um excelente negócio. Em viagem que nossa diretoria realizou em dezembro de 2013 por exemplo, 1 dólar poderia ser trocado no "Blue Market" por até 13 pesos. Praticamente o dobro de poder de compra em relação ao câmbio oficial. Muitos viajantes optavam por esta prática, mesmo sabendo (ou não) do risco de cédulas falsas.

Ocorre que a relação risco x retorno de trocar moeda desta forma piorou muito após o presidente Macri liberar o câmbio flutuante, fazendo o peso cair mais de 40% ante o Real em 6 meses. Com isto, mais do que nunca, ficou menos oneroso e mais seguro para o Brasileiro seguir o câmbio oficial quando quiser visitar Buenos Aires, Bariloche, Mendoza e outros dos destinos maravilhosos que este belo país tem a oferecer.