• Gustavo Candiota

Vamos falar de Bitcoin?


É talvez o assunto mais falado do momento, a palavra mais procurada do Google, o termo mais ouvido nas conversas de bar e nos intervalos de reuniões de trabalho. Pessoas já sonham com Bitcoin, deliram com Bitcoin e vislumbram uma vida melhor com Bitcoin. Nada mais importa, a não ser comprar Bitcoin. E agora? o que fazer? O que sugerimos aos nossos clientes que nos perguntam, e perguntam com bastante frequência pois trabalhamos com câmbio, e trocar qualquer moeda por Bitcoin não deixa de ser um câmbio, certo?

Pois então vamos lá. Primeiro pela definição do ativo, depois explicando um pouco melhor sobre a tecnologia que está por trás e por fim dando nossa opinião sobre investir ou não na sensação do momento. Quais os riscos, as vantagens, os mitos e as verdades.

1) O que é o Bitcoin?

É uma moeda digital, dentro do grupo das chamadas criptomoedas. Simples assim. Mas qual a definição de MOEDA? Vejam o que uma busca rápida na internet nos diz:

Aos que já estudaram um pouco do assunto deste post, é fácil observar que o Bitcoin tem a mesma definição de moeda, porém mais relacionado ao item 2 do que o item 1. Não é uma "peça de metal", nem "cunhada por instituição governamental" e, por enquanto, serve muito pouco como "meio de pagamento". Mas, sim, é um meio pelo qual são efetuadas transações monetárias.

Apesar da enorme tecnologia que está por trás do Bitcoin (Blockchain) hoje o ativo está ainda sendo visto com desconfiança por muitas pessoas, pois a maioria dos que entraram na onda apenas especulam para ganhar muito dinheiro em pouco tempo, dada a altíssima volatilidade no preço. Isso quer dizer que poucos estão comprando por acreditar no quão revolucionário será ter carteira de criptomoedas no futuro para transações entre partes ou compras no supermercados e lojas. A maioria está, de forma gananciosa, querendo ganhar muito com pouco esforço. Algo potencialmente perigoso, principalmente para os que estão aplicando boa parte de seu capital guardado.

2) O que é Blockchain?

Segundo a Wikipedia.org, blockchain (também conhecido como "protocolo de confiança") é uma tecnologia que visa a descentralização como medida de segurança. São bases de registros e dados distribuídos e compartilhados que possuem função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado. Funciona como um livro-razão, só que de forma pública, compartilhada e universal, que cria consenso em confiança na comunicação direta entre duas partes, ou seja, sem o intermédio de terceiros (ex: um Banco). Mais detalhes aqui.

3) Bitcoin é pura especulação?

Sim e não. Especulação é normal no mercado financeiro, mas deve ser realizado com cautela. No Bitcoin não está sendo. Se você deseja participar, recomendamos não aplicar mais do que 15% das suas economias, por mais que seja tentador olhar o gráfico do Bitcoin em 2017 (veja abaixo). Atualizado até 18/12/17 - 14:00h.