• Gustavo Candiota

Como se proteger, de verdade, das oscilações do câmbio?


Você está com viagem distante, passagens já compradas, e não sabe quando comprar seus dólares, euros ou libras? Pois é, quase ninguém sabe. E quem diz que sabe, não sabe. Existem suposições, estimativas, previsões. Opiniões! E só. O momento certo é impossível saber.

Mas... é possível se proteger. Muitas consultorias sugerem o hedge cambial para fazer preço médio. E sim, é válido colocar esta estratégia em prática. Ocorre que o procedimento padrão indicado pelas casas de câmbio é trabalhoso e as vezes custoso. Comprar moeda em várias partes dispensa tempo e dinheiro (em tarifas de TED por exemplo).

Então:

  • Devo comprar moeda aos poucos, mês a mês? R: Não.

  • Devo comprar moeda aos poucos, semana a semana? R: Não.

  • Diariamente? R: Nem pensar! Não.

  • Mas Blog do Câmbio, então como faço?

Proteção cambial - hedge

R: A alternativa mais simples e inteligente: FUNDO CAMBIAL. Entenda: se você hoje possui o valor total em reais guardado para o orçamento de sua viagem, por mais que o embarque ainda esteja longe, recomenda-se aplicar o dinheiro correspondente em um fundo cambial. Todo o montante. Por quê? Aplicado, o valor vai oscilar conforme a variação do dólar, então caso a moeda dispare, você terá mais reais no dia do câmbio, e caso desabe, você terá menos, mas precisará menos para fazer o mesmo câmbio. Capiche?

  • E se eu não tiver o valor total em reais já aplicado para o orçamento de minha viagem?

R: Se sua idéia era mês a mês comprar um pouco de moeda, use o valor correspondente em reais para aplicar mensalmente no fundo. Dá na mesma. Ex: após receber seu salário, separe o valor que seria para compra parcelada de moedas e aplique.

  • Ok, então quando compro minha moeda estrangeira para viajar?

R: Na semana do embarque de sua viagem, resgatando integralmente o valor aplicado no fundo cambial.

Exemplo prático:

Dentro de 1 ano, você vai para Miami. O dólar hoje está R$ 4,10. Ninguém sabe qual será o preço quando sua viagem acontecer. Seu plano é gastar R$ 10.000,00 em câmbio. O que fazer?

  1. Aplicar R$ 10.000,00 em um fundo cambial disponibilizado pelo seu banco, desde que a taxa de administração não seja maior do que 2% ao ano;