• Gustavo Candiota

Eleições à vista. 10 dicas para se proteger deste tenso período econômico.


Existem diversas maneiras de se proteger diante de um período tão conturbado como o que estamos vivendo. É quase unanimidade entre especialistas que estamos nos aproximando das eleições mais imprevisíveis da história da democracia brasileira. A incerteza é geral. Ninguém sabe o que vai acontecer com o país em 2019, e isso nos deixa com medo de épocas sombrias num futuro breve. Sendo assim, muitos querem de alguma forma se preparar para o que vem pela frente, mas não sabem como.

O que fazer? Ter cautela e economizar.

Economize e se proteja

Não é apenas no câmbio de moedas que o termo hedge (proteção) se aplica. Ou fundos cambiais. Ou investimentos. Onde menos imaginamos é possível evitar gastos para compensar uma eventual disparada do dólar ainda maior após o pleito. E dólar mais alto não prejudica apenas quem quer tirar férias fora do Brasil, mas também aumenta combustíveis, alimentos, transportes e o efeito em cascata pode ser avassalador.