• Gustavo Candiota

Alívio no câmbio. Será que o dólar pode cair mais?


Finalmente uma boa notícia para os viajantes! Depois de bater o maior preço desde a criação do Plano Real, o dólar americano vem recuando há 3 dias consecutivos. Mas... o brasileiro nunca está satisfeito. Claro, compreensível após vermos a moeda valorizar quase 30% somente em 2018. Por isso, a recente queda de 4.20 para 4.03 (alívio de -4,00%!) ainda não é suficiente para abandonarmos a pergunta retórica: "mas será que ainda cai mais?". Não sabemos.

dolar em queda

Mas sim, possível é, se alguns acontecimentos forem confirmados, conforme ja falamos em posts anteriores. Na nossa visão, os principais são:

1) Haver um "cessar-fogo" mais firme e quase definitivo na guerra comercial EUA x China;

2) Aumentar a chance de Jair Bolsonaro - candidato preferido do mercado hoje - vencer a disputa presidencial.

Simples assim.

Nos dias atuais, apesar de o período pré-eleitoral ser muito volátil, acreditamos que a paridade do Real com as principais moedas depende basicamente destas duas coisas até o final de outubro. Lembrando que em post do Blog de 27/08/2018 estimamos que até o dia da votação, o dólar oscilaria entre 3.80 e 4.20. Por enquanto o preço está trabalhando dentro desta faixa: bateu no topo dela (4.20), não rompeu, e agora vem recuando. Se chegar a 3.80 significa queda de -5,00%. Mas lembrando, isso são estimativas, não certezas.

Vale a pena esperar a eleição para comprar seus dolares, euros ou libras? Depende. Se você acha que um candidato de esquerda vai para o Palácio do Planalto em 2019, recomendamos comprar. Se você acha que um candidato mais conservador e reformista será o vencedor, sugerimos aguardar. Já se o amigo leitor não faz a menor idéia do que o futuro nos reserva, o melhor é optar pelo hedge cambial. Compre metade antes e metade depois do pleito.

Tenham todos um bom fim de semana.

Att

Gustavo Candiota

Diretor GC Prime Câmbio Inteligente

#quandoodolarvaicair #comprodolarouespero #opiniãofuturocambio #Eleições2018 #JairBolsonaro #ChancesdeJairBolsonarovencer #ChancesdeHaddadVencer #comproeuroouesperoeleições #Guerracomercial #EUAxChina #dolaremquedaatequando