• Gustavo Candiota

Saiba como trocar cheques estrangeiros

Atualizado: Jul 13


Ainda que cada dia menos comuns, os cheques internacionais continuam sendo emitidos e, para muitos brasileiros, causam dor-de-cabeça. Cuidado: Antes de aceitar um cheque em outra moeda, esteja ciente de que a troca não é aceita em todas as corretoras e, quando são, levam tempo. Além disso, o câmbio costuma ser bastante desfavorável. Muito porque a maioria das instituições não deseja esse tipo de operação, dado o grau de risco.


Assita o video abaixo de Gustavo Candiota, Diretor da Câmbio Inteligente.


Em que situações uma pessoa costuma receber um cheque estrangeiro? As principais são:

  • Reembolsos de universidades;

  • Indenização recebida após demissão em empresa estrangeira;

  • Pagamento de honorários específicos ou comissões;

  • Pensões e aposentadorias em outros países;

  • Dividendos de empresas;

  • Doação de um estrangeiro para um brasileiro.


Na verdade, não há muito mistério em trocar um cheque, certo? O problema é quando o cheque vem pelos correios. Ou seja, você só tem ele em mãos quando já está no Brasil e não mais no país de origem. A partir daí, é necessário um câmbio de moedas e, para trocá-lo, o beneficiário (provavelmente você, que chegou até este post) terá pela frente um processo trabalhoso, bem demorado. Mas, queremos ajudá-lo e não apenas assustá-lo, amigo leitor.



Leia atentamente às instruções abaixo.

Como trocar o cheque em moeda estrangeira no Brasil?


Podemos ajudá-lo fazendo uma rápida avaliação prévia se e somente se seu cheque estrangeiro for igual ou acima de U$ 1000. Instruções:


  1. Envie foto do seu cheque para o Whatsapp (51) 4042-3838;

  2. Assessoria da GC Prime fará uma pré-análise pela foto;

  3. Se foto ok, encaminhará o arquivo para a Corretora de Câmbio parceira;

  4. Em até 2 dias úteis, a Corretora retorna com o parecer preliminar, informando se o cheque estrangeiro está em Boa Ordem ou não;

  5. Caso em boa ordem, informaremos o endereço físico para onde a folha deve ser postada nos Correios;

  6. Quando a Corretora estiver de posse do cheque, informaremos diretamente ao beneficiário os próximos passos.


Alertas importantes!

  1. Após estar de posse da folha de cheque, o prazo da Corretora para pagamento em sua conta bancária gira entre 30 e 60 dias;

  2. O câmbio é bastante desfavorável. Bem abaixo do mercado se comparado com compra de papel moeda ou recebimento de pagamentos do exterior;

  3. Mesmo que a Corretora esteja sob posse do cheque, não há a garantia de que conseguirá concluir a operação.


Lembre-se: se a aceitação já é complicada, mais ainda é a de cheques que não sejam em euro ou dólar. Sendo assim, recomendamos fortemente: Evite cheques internacionais em libra, dólar canadense, dólar australiano, neo-zelandês, franco suíço, Yen, Yuan, etc. Peça um depósito por paypal, remessa Swift ou utilize a plataforma Câmbio Inteligente. Em último caso, aguarde uma futura viagem ao país de origem da folha para trocar fisicamente no banco emissor. Só vale ficar atendo para a validade impressa no papel.

Se você já está com o cheque em mãos, no Brasil, e não tem outra alternativa, vá em frente pelos passos descritos acima. Mas atenção: realize a operação apenas com empresas credenciadas no Banco Central a operar no mercado de câmbio. Não arrisque fazer a troca com doleiros do mercado paralelo.


Posts recentes

Ver tudo