• Gustavo Candiota

Dólar disparou com prisão de Michel Temer. Entenda.


Parece coisa de Brasil. E é. Uma notícia que traz esperança de dias melhores para a nação, com mais um político corrupto indo para a cadeia, independente do partido. Um alento para tantos desmandos e mau uso de dinheiro público que já vimos nas últimas 2 décadas. Seria motivo de comemoração em todas as esferas públicas e privadas. Certo?

Mas no mercado financeiro não foi e o dólar subiu forte, imediatamente após o anúncio da prisão de Temer. Veja no gráfico intraday (21/03/2019 - 14:20h):

Comportamento preço do dólar com prisão de Temer

Por quê a disparada?

A resposta é simples: investidores começam a temer (do verbo, não do nome do político) ainda mais dificuldades para aprovar a Reforma da Previdência e, sem ela, o Brasil deixa de ser economicamente viável e deixa de ser atrativo para o capital internacional. O reflexo no longo prazo é um câmbio em patamares ainda mais altos. No curtíssimo prazo também, mas de forma especulativa. É o que está acontecen