• Gustavo Candiota

Cenário para o câmbio começa a se deteriorar. Qual o limite?


Dólar comercial rompendo a forte barreira psicológica dos R$ 4,00 já deixou de ser uma possibilidade para virar uma realidade. Qual o limite?

Preocupação de 7 em cada 10 viajantes internacionais, a divisa norte-americana parece não ter mais limites. A fórmula explosiva abaixo é a principal responsável por renovações de recordes de 2019 e a que pode provocar novo pico histórico do preço:

(Reforma da Previdência cada vez mais distante) + (acordo comercial EUA x China cada vez mais distante)

Falando de forma bastante objetiva neste post: não há como estipular um limite exato de até onde podem ir as paridades Real x moedas. Mas que o cenário está ficando sombrio, isso está. Romper os R$ 4,00 pode abrir caminho para novas altas com força. Se a Reforma da Previdência for arquivada - a agência de risco Fitch já cogita esta possibilidade - acreditamos que veremos o dólar comercial alcançar fácil os R$ 4.30 ainda em 2019, pelo menos de maneira especulativa. O Relatório Focus do Banco Central ainda apresenta a estimativa para 31/12 abaixo de R$ 3.80, mas devem revisar certamente pra cima na próxima semana.

dolar em alta

Nossa recomendação em meio ao somatório de crises que estamos vivendo: Faça seu câmbio! Pare de sofrer e especular. Já falamos isso em post de Abril (leia aqui) e em vários de anos anteriores. Também somos defensores da proteção (hedge cambial para preço médio), mas dependendo do caso ela muda muito pouco o impacto no seu bolso e só traz apreensão e angústia. Se você ainda acredita que antes da viagem o câmbio pode derreter, então ok, uma divisão em 2 compras pode ajudar. Mas não se iluda, as chances de quedas bruscas no curto prazo são remotas dadas as circunstâncias atuais, infelizmente.