• Guilherme Reischl

Chegou a vez de encarar o intercâmbio!


Em tempos de relacionamentos online através de redes sociais, facetime e tantos aplicativos, não há nada mais real, tátil, que um bom e velho intercâmbio no exterior! Ele nos obriga a nos relacionarmos com pessoas de todo o mundo, aprender e praticar um novo idioma e explorar lugares diferentes. Também nos força a evoluir nossa flexibilidade e independência. O “gugu da mamãe” e a “balinha de côco do papai” certamente voltarão muito mais maduros.

Estamos na fase três do intercâmbio. Primeiro, ele foi utilizado entre alemães e americanos no pós-guerra, para que as gerações futuras não cultivassem o ódio gerado durante os conflitos, foi criado uma estratégia de “trocar filhos”. Depois, ele virou um diferencial na carreira: “estive 6 meses em Londres, aprimorando o idioma” era uma bela frase num processo seletivo. Na fase três, o intercâmbio torna-se parte da educação formal de todos nós. Tão importante quanto colar grau. Tanto para seu aprimoramento profissional quanto amadurecimento. Um jovem de 27 anos, que ainda mora com seus pais pode ter a melhor formação do mundo, se não fez intercâmbio, provavelmente não sabe nem lavar uma louça.

Mas estudar e/ou trabalhar no exterior com o câmbio tão alto? Em primeiro lugar, você precisa ter esta experiência. Alto ou baixo, é agora ou nunca! Acredite, você não terá duas chances na vida para fazer intercâmbio. Quem espera, acaba casando-se, tendo filhos ou conquistando um emprego legal e babáu... Já era.

Aqui vão algumas dicas para ajudar no seu planejamento, evitando surpresas cambiais:

  1. Escolha uma agência que trave o câmbio no momento da matrícula. Nunca fique com valores em dólar, euro, libras... para pagar. Você precisa saber no momento da matrícula quanto será o valor do seu intercâmbio.

  2. Procure uma agência que tenha serviços de envio de recursos ao exterior. Os cartões de viagem como visa travel money, possuem um spread cambial bem alto, e tem incidência de 6,38% de IOF.

  3. Mensalmente, vá fazendo câmbio. Assim, você fará um preço médio ao longo do seu período pré-embarque.

  4. Aproveite ao máximo cada dia no exterior. Não fique na sua acomodação, surfando na internet “em dólares”. Deixe para descansar no seu retorno.

  5. E lembre-se, quem diz que a melhor fase da vida é a infância, é porque nunca foi intercambista.

---------

Agradecemos ao Guilherme Reischel pela valiosa contribuição ao Blog do Câmbio.

Guilherme é formado em Administração de Empresas pela UFRGS e Sócio Diretor da Egali Intercâmbio.

A Egali é uma empresa do Grupo Victoria, criada em 2007. Em 11 anos, a Egali conquistou o mercado brasileiro e já está presente em todos os estados do país. São 180 unidades próprias pelo mundo, tornando-se a maior agência de intercâmbio da América Latina

Att

Gustavo Candiota

Diretor GC Prime Câmbio Inteligente

#intercâmbio #dólaralto #façointercâmbioouesperodólarcair #quandofazerintercâmbio #vivernoexterior #moraremoutropaís #estudarnaIrlanda #estudarnaInglaterra #Estudarnoexterior #EstudaretrabalharnoCanada #intercâmbiobarato #opiniãoEgali

162 visualizações

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

Apoie com R$ 20,00 e ganhe um voucher de desconto em seguro viagem!

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify