• Gustavo Candiota

Breve! Seguro viagem será obrigatório para imigrar nos EUA.

Atualizado: 19 de Dez de 2019


O que antes só era obrigatório para imigrantes na Europa, pelo Tratado de Schengen, em breve também será nos Estados Unidos. Você precisará ter a comprovação de que está protegido por uma apólice de seguro viagem para receber o carimbo e entrar em território americano.

Recentemente o presidente Donald Trump fez um pronunciamento informando que começará a negar vistos aos imigrantes que "prejudicam financeiramente" o sistema de saúde a partir de 3 de novembro de 2019. Disse Trump (em tradução livre):

"Estamos tomando uma atitude para proteger nosso sistema de saúde e a disponibilidade de atendimento médico aos americanos, pois hoje os pagadores de impostos bancam um custo substancial das despesas médicas dos imigrantes que aqui são atendidos e não possuem seguro de viagem para reembolso.".

Na nossa opinião, por mais que Trump seja um presidente polêmico, protecionista e fiel seguidor do lema "America First", a reclamação faz total sentido. Temos conhecimento de diversos casos onde pessoas viajam de férias aos EUA sem qualquer tipo de seguro, algumas no fim dão azar e acabam precisando de atendimento emergencial (os hospitais e clinicas nunca se negam a atender) e depois ficam completamente sem condições de pagar a conta, recebendo por meses e anos a fatura pelos correios e ignorando-as. Então no fim quem paga as despesas? O governo americano, ou melhor, os pagadores de impostos.

E lembrando: os Estados Unidos da América são o país com os mais altos custos de atendimento médico do mundo. Viajar para lá sem seguro antes já era um risco muito grande de prejuízos astronômicos, para quem é atendido e para o sistema de saúde... agora também haverá risco de deportação.

Acreditem: existe muitos viajantes internacionais que preferem economizar 200 reais em um pagamento de prêmio (emissão de apólice de assistência em viagem) e depois precisam fazer campanhas na internet desesperadas por uma vaquinha que pague os 50 ou 100 mil dólares necessários para quitar uma conta de hospital, devido a uma cirurgia inesperada.

Portanto, reforçamos mais uma vez o que já muito foi falado em textos anteriores: nunca saia do Brasil sem estar protegido por um seguro viagem. Para EUA recomendamos coberturas de, no mínimo, 60 mil dólares. Mesmo que você seja "jovem, saudável e nunca tenha precisado acionar em viagens anteriores". Um dia precisará, pode ter certeza.

Importante: ainda não está perfeitamente claro se imediatamente a partir do dia 03/11/19 a obrigatoriedade estará vigente nas fronteiras americanas, se algum oposicionista do governo tentará derrubar a nova regra ou se exceções existirão, mas sugerimos não arriscar. Na dúvida, aterrize em solo americano com seu voucher impresso, pronto para apresentar ao fiscal de imigração.

Tenham todos um ótimo final de semana.

Att

Gustavo Candiota

Diretor GC Prime Câmbio Inteligente

Obs: contribuiu para este post nossa leitora Andrea Vasconcellos Silva, com informações do The Washington Post, noticiado em 04/10/2019.

#seguroviagem #estadosunidos #seguroobrigatórioEUA #atendimentomédicoEUA #EstadosUnidos #Vistoamericano #homelandsecurity #regrasimigração #requisitosentrarnosEUA #deportação

87 visualizações

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Remessas expessas. Batemos a #transferwise !
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify