• Ney Martini

Call de Mercado - 10 de Outubro


Bom Dia,

Hoje é dia de volatilidade e os mercados operam sem direção única neste momento. Toda a atenção vai para as negociações comerciais EUA x China.

Como qualquer negociação, é notícia pra lá e notícia pra cá, um vai-e-vem danado. E tem gente que se aproveita disso. Alguns exemplos: (1) a Fox News confirmou ontem que as negociações foram encurtadas para apenas um dia; (2) a delegação chinesa partirá de volta para seu país amanhã (hoje) mesmo, após as conversas; (3) segundo a Fox News, os chineses alegam que os EUA não concordaram em suspender as tarifas; (4) o governo americano afirma não ter informação de que o vice-premiê chinês, Liu He, ficará apenas um dia nos EUA; (5) Casa Branca afirmou à CNBC que relato do South China Morning Post, espécie de porta-voz do governo, é impreciso.

E mais recentemente, a notícia que dá o tom um pouco mais otimista agora pela manhã aos mercados, diga-se de passagem, é a de que os EUA concedeu licenças especiais que autorizam algumas empresas americanas a fazer negócios com a Huawei, um dos principais focos de divergência na atual briga comercial.

Por aqui, ontem a Câmara aprovou ontem as regras para o uso de recursos da cessão onerosa, estabelecendo regras sobre como Estados e municípios poderão usar os recursos (em tempo: cessão onerosa foi um acordo fechado pela Petrobras com a União em 2010 e permitiu a estatal explorar cinco bilhões de barris de petróleo na Bacia de Santos, sem licitação. O governo estima que a área pode render de seis à 15 bilhões de barris).

Além de acompanharmos os desdobramentos das negociações comerciais de alto escalão entre China e EUA, no exterior sairão dados de inflação ao consumidor (CPI) nos EUA e na Europa os olhos irão para a ata da última reunião do BCE. Localmente, o IBGE divulgará os dados de varejo restrito e ampliado de agosto.

Falando um pouco do dólar, ontem a moeda fechou em alta de 0,30%, aos R$ 4,103, na contramão de seus pares. Um dos motivos alegados foi a divulgação de dados de inflação (que apontaram deflação na verdade), o que sugere mais cortes de juros à frente (e uma menor arbitragem).

As moedas EM operam de lado, sem grandes oscilações frente ao dólar americano neste momento. É dia de ficarmos de olho em Washington!

Desejamos a Todos uma Ótima Quinta-feira!

Ney Martini

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

35 anos de experiência em mercado Forex

Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader

e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável

pelas operações de câmbio e derivativos

Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.

#Calldemercado #morningcall #fxcorporate #forex #neymartini #mercadofinanceiro #dólarcomercial #opiniãoeanálise

1 visualização

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Chip intenacional compatível com +200 países!

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente. Atendemos todo o Brasil. Fone / Whatsapp: (51) 4042.3838

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify

Patrocinam nossos conteúdos

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 50 assinantes