• Ney Martini

Call de Mercado - 22 de Outubro


Bom Dia,

Hoje é o dia da votação da reforma da Previdência em segundo turno no Senado. Espera-se que a aprovação seja tranquila, mesmo com os recentes acontecimentos envolvendo o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

E os investidores já miram os próximos passos, como as reformas tributária, a administrativa e as privatizações. Na área tributária, o país está perto de anunciar um corte unilateral das alíquotas de importação sobre produtos industrializados, de 13% para até 6% em média num espaço de quatro anos. Num primeiro momento, seriam diminuídas as alíquotas sobre automóveis de 35% para 12%, mesmo patamar para os produtos têxteis e de vestuário. Outro exemplo, o polipropileno, baixaria de 14% para 4%.

Cabe-me registrar que ontem o Ibovespa fechou em 106.022 mil pontos, um recorde histórico (embora com baixo giro, cerca de R$ 9,5 bilhões).

O dólar teve uma oscilação entre os R$ 4,117 e os R$ 4,151, e fechou praticamente no meio desse intervalo, em R$ 4,1306, com uma oscilação diária de +0,29%. O comportamento frente as moedas pares não foi uniforme. Segundo especialistas, o que ainda está ‘pegando’ no mercado de câmbio é a diminuição dos juros por aqui, o que diminuirá a arbitragem e, consequentemente, a ‘faceira entrada’ de divisas por aqui. Segundo Ilan Goldfajn (Ex Bacen): “a nova estrutura de juros, que veio para ficar, tem implicações na nossa taxa de câmbio de forma estrutural. ....Esse é um mundo em que a arbitragem daquele tamanho não existe mais”.

Hoje lá fora as bolsas subiram na Ásia em meio a declarações de Donald Trump de que os esforços para pôr fim à guerra comercial entre EUA e China vão bem. Os futuros de NY operam estáveis, com leve viés positivo, e as bolsas europeias operam pra cima (de olho no Brexit).

Na agenda, além de acompanharmos a votação no Senado, teremos o IPCA-15 (p +0,03%) e a sondagem industrial pela CNI. Nos EUA às 11h sairão os dados de vendas de casas usadas. Também por lá sairá o índice de atividade regional do Fed/Richmond. E estamos em temporada de divulgação de balanços.

As moedas EM operam sem direção única: de um lado a lira turca e o rand sul-africano ganham espaço frente ao dólar, ao passo que as demais operam perto da estabilidade.

Tenham Todos uma Ótima Terça-feira!

Ney Martini

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

35 anos de experiência em mercado Forex

Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader

e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável

pelas operações de câmbio e derivativos

Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.

#fxcorporate #forex #neymartini #mercadofinanceiro #dólarcomercial #guerracomercial #ilangoldfajn #opiniãoeanálise #reformadaprevidência

7 visualizações

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Remessas expessas. Batemos a #transferwise !
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify