• Ney Martini

Call de Mercado - 12 de Fevereiro

Atualizado: Fev 18

Bom Dia,

E batemos mais uma marca histórica: o dólar subiu ontem 0,10% e fechou aos R$ 4,326. No ano a alta já chega à 7,81%.


O que justificou este movimento ontem? Foram principalmente dois fatores: (1) comentários de Powell bastante otimistas sobre a economia dos EUA e (2) a leitura da ata do Copom. Sobre o primeiro ponto, uma economia americana pujante pode trazer juros mais altos; sobre o segundo (Copom), o efeito do coronavírus sobre o câmbio e o preço das commodities poderá trazer juros mais baixos por aqui. Ambas apontam numa diminuição do famoso ‘carry’ (arbitragem).


O mais interessante é que andamos na contramão dos mercados: as principais moedas EM (e pares do nosso real) se valorizaram frente ao dólar, casos do peso mexicano, do rublo russo, do peso chileno e do rand sul-africano. Outro ponto de destaque foi o Ibovespa: fechou em alta de 2,49% (115.370 pontos). Vocês já viram uma bolsa e um dólar subindo ao mesmo tempo? Vamos nos acostumando com um dólar alto e um juro baixo!!

Segundo um gestor local: “o hedge no real tem funcionado muito bem. O real é o ‘patinho feio’, e isso vem de uma combinação de juro baixo, menor retorno e dúvidas sobre o crescimento da economia”. Há meses o mercado vem protegendo aplicações em bolsa e renda fixa via taxa de câmbio.


Indo um pouco para o cenário externo, segundo Ray Dalio, um bilionário e gestor de um dos maiores Hedge Funds do mundo (US$ 160 bilhões sob gestão), “o efeito do vírus provavelmente teve um efeito exagerado no preço dos ativos”. Seus comentários são muito mais tranquilos do que outros gestores, segundo a rede de TV americana CNBC. E, de acordo com Esteban Urbano, vice-presidente executivo e estrategista da Pimco, uma das maiores empresas de gestão do mundo (US$ 1,9 trilhão), “além dos eventos imprevisíveis com que nos deparamos (ex: o coronavírus), os investidores também não estavam colocando na conta os riscos já mapeados, como as eleições presidenciais americanas deste ano”.


Hoje as bolsas na Ásia já fecharam em alta: os investidores estão mais otimistas com a questão do coronavírus já que o número de novos casos voltou a cair. Os futuros de NY também operam em alta, assim como as principais bolsas europeias.


Na agenda teremos mais um discurso de Powell, e por aqui sairão dados das vendas ao varejo. O mercado também ficará de olho na divulgação de alguns balanços (Totvs, Duratex, Suzano no local e Cisco, CVS, Heineken, Azko Nobel no externo).


No mercado de moedas EM, a movimentação não é numa direção única: enquanto a lira turca perde valor frente ao dólar (o dólar sobe 0,45%), o rublo, o peso mexicano e o rand valorizam-se.


Desejamos a Todos uma Ótima Quarta-feira!



Ney Martini

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

35 anos de experiência em mercado Forex

Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável pelas operações de câmbio e derivativos




Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.


#dolarrecorde #liraturca #minerio #china #SARS #asia

#coronavirus #viruschines #epidemia #PIBEUA #FedFunds #ADPEUA #payroll #calldemercado #neymartini #dolarcomercial #forex #fxcorporate

6 visualizações

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Remessas expessas. Batemos a #transferwise !
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify