• Ney Martini

Call de Mercado - 13 de Fevereiro

Atualizado: Fev 18

Bom Dia,

Mais um recorde: R$ 4,3505, uma alta de 0,55%, a quinta consecutiva, e o segundo pior desempenho entre as principais moedas...


Lá fora não vieram más notícias do coronavírus: ao contrário, o ritmo de contágio do Covid-19 (o nome do bicho) diminuiu. O movimento da moeda ontem por aqui foi causado pelo dado fraco das vendas no varejo em dezembro (-0,10% ante expectativas de alta de +0,2%). E segue a decepção à cerca do crescimento da economia brasileira, trazendo novas discussões sobre uma nova queda de juros à frente.


Ontem o banco JP Morgan em nota aos seus clientes alterou sua perspectiva para o real de “compra” para “neutra”. Cabe lembrar que em dezembro o Brasil era uma das principais apostas do banco. Agora, a instituição afirmou que as perspectivas de médio prazo do país continuam positivas: no entanto, a deterioração do sentimento de risco e seus potencias efeitos sobre a economia real levaram-no a interromper esta aposta sobre a nossa moeda. E o mais interessante vem a seguir: “iniciamos 2020 comprados em real (‘vendidos em dólar’) esperando que a recuperação do PIB do país,....., iriam se traduzir em suporte à moeda. Desde então, o coronavírus impactou o crescimento global e o Brasil não ficou ileso a essa deterioração no sentimento. Por conta disso, interrompemos com perdas nossa posição otimista em real uma vez que, mesmo que os mercados se recuperem rapidamente, o momento da inflexão é difícil de prever”.


Na ponta contrária, o Ibovespa está-se dando bem: ontem fechou em alta de 1,13%, aos 116.674 pontos. E de novo, dólar e bolsa em alta.


Mas hoje os casos de infecção pelo Covid-19 voltaram a subir: o número de mortes subiu para 1.367, e teve o crescimento mais acentuado na contagem diária desde que o vírus foi descoberto. O número de infectados já passa de 60 mil.


Com isso, as bolsas da Ásia fecharam em queda e os agentes buscaram proteção em ativos considerados mais seguros, como a moeda japonesa (JPY), a moeda suíça (CHF) e o ouro. Os ativos de risco caem (futuros de NY, bolsas na Europa e moedas EM*).


Na agenda do dia será dia de darmos uma olhada na inflação americana (IPC-núcleo), que sai às 10h30. Por aqui, o destaque vai para o noticiário político: ontem Guedes deu declarações polêmicas sobre o dólar (meio que defendendo a alta...) e aproveitou para dizer que a equipe econômica enviará proposta da reforma tributária ao Congresso nas próximas semanas (criação do IVA).

*No campo das moedas EM, o dia é de alta do dólar frente à praticamente todas elas.


Tenham Todos uma Ótima Quinta-feira!



Ney Martini

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

35 anos de experiência em mercado Forex


Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável pelas operações de câmbio e derivativos





Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.


#dolarrecorde

#coronavirus #viruschines #epidemia #calldemercado #neymartini #dolarcomercial #forex #fxcorporate

0 visualização

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify