• Ney Martini

Call de Mercado - 17 de Dezembro

Bom Dia,

Ontem foi mais um dia de baixa na moeda norte-americana: ela fechou em R$ 4,062 (-1,11%). É a décima queda dos últimos 13 dias. A variação no mês é de -4,2%. O real teve o melhor desempenho frente a uma cesta de 33 moedas. Além do otimismo com a economia interna e de um fluxo de entrada, o que houve foi um desmanche de posições em dólar futuro. Em quatro dias da semana passada esse volume foi diminuído em US$ 3,4 bilhões.


Também o CDS do Brasil, que mede o risco do nosso país, caiu para 98,26 pontos, seu menor nível em quase 10 anos. O que destoou um pouco dos mercados foi o Ibovespa, que fechou em queda de 0,59% (111.896 pontos. Bancos e Petrobras foram os destaques negativos). Lá fora o clima foi de bastante tranquilidade e os ativos de risco foram favorecidos após China e EUA terem chegado a um acordo parcial: “O importante é que não estamos vendo uma piora da guerra comercial”, afirmou um gestor. Em Nova Iorque as bolsas atingiram altas históricas pelo terceiro dia consecutivo.


O mais importante de tudo isso é que praticamente todas casas estão revendo suas projeções para o ano de 2020. E para cima!! Segundo o Goldman Sachs: “o entusiasmo com um dólar fraco está crescendo”.


Ainda sob a onda de otimismo, as bolsas asiáticas fecharam hoje em alta. Dados de produção industrial e de vendas ao varejo chinesas ajudaram a manter o clima positivo.

A ata do Copom divulgada há pouco reafirma que o atual estágio do ciclo econômico sugere cautela na condução da política econômica, e que o cenário externo segue favorável para as economias emergentes. Os próximos passos dependerão da evolução da atividade econômica, do balanço dos riscos e das projeções e expectativas de inflação. Ou seja, deixou em aberto os próximos passos para os juros no Brasil.


Hoje teremos vários discursos de membros do Fed e nos EUA saem dados de moradia e de produção industrial. Também teremos por lá o relatório Jolt de vagas de emprego. Por aqui, teremos leilão de linha do Bacen (US$ 1,25 bilhão), além da tradicional ração diária de dólar.

Neste momento as moedas EM perdem força frente ao dólar, o que sugere que poderemos ter uma abertura em alta do dólar por aqui também.


Desejamos a Todos uma ótima Terça-feira.


Ney Martini

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

35 anos de experiência em mercado Forex

Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader

e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável

pelas operações de câmbio e derivativos






Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.

#calldemercado #neymartini #acordocomercial #euachina #dolarcomercial #dolaremqueda #forex #fxcorporate

7 visualizações

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Câmbio on-line. Cotações em tempo real!
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify