• Ney Martini

Call de Mercado - 24 de Agosto

Bom Dia,

Mercados amanhecem positivos!

Semana Passada



Da mínima de R$ 5,4190 à máxima de R$ 5,673, fechando em R$ 5,606. Na semana, uma alta de mais de 3,30% e de 7,50% em agosto. Somente na sexta-feira a alta foi de quase 1%. Vejam pelo gráfico acima que o movimento foi majoritariamente de alta.

O destaque ficou no campo da política, com o não do Senado e o sim da Câmara ao veto do governo ao reajuste dos servidores públicos. Apesar da manutenção do veto (e da vitória do governo), o mercado ainda está com a sensação de que a base de apoio do governo é frágil em um ano que tem muita coisa importante para ser apreciada (reforma tributária e manutenção do teto dos gastos).

A ata do Fed (banco central americano), divulgada na quarta-feira, também botou lenha na fogueira ao mencionar a nossa taxa Selic e a desvalorização do real no mês anterior. O documento como um todo foi bastante pessimista, chegando inclusive a demonstrar preocupações com os impactos de uma segunda onda de Covid na economia americana.

Para coibir a volatilidade do real frente à moeda norte-americana, que ainda continua acentuada, o Bacen vendeu dólares no mercado à vista: na quinta-feira vendeu US$ 1,140 bilhão e na sexta mais US$ 650 milhões.

Lá fora o dólar voltou a mostrar sua força: indicadores de atividade americanos estão vindo mais fortes do que os europeus, e o Dollar Index (DXY – mede a variação do dólar frente a uma cesta de moedas fortes) subiu na sexta quase 0,5%.

O Ibovespa fechou com 101.521 pontos, uma alta de 0,05% no dia e de 0,17% na semana. Dentre as principais bolsas americanas, o S&P fechou com +0,34% e o Nasdaq com +0,42%, com pontuações recordes.

Esta Semana

A agenda externa trará dos dados de vendas de casas novas, de pedidos às fábricas, de consumo e renda, além de dados da confiança do consumidor de agosto nos EUA. Por aqui a FGV publicará os indicadores de confiança da indústria na quinta-feira. Na terça o IBGE divulga a inflação do IPCA-15 de agosto.

Será uma semana um pouco mais carregada de indicadores do que a anterior.

Hoje

Os mercados amanhecem positivos. As bolsas asiáticas já fecharam em alta, seguindo o bom humor visto na sexta-feira nos EUA. Também influenciou na sessão notícias de que Donald Trump tenha flexibilizado sanções contra aplicativos de empresas chinesas. Tanto as bolsas europeias quanto os futuros de NY também operam com ganhos. Em manchete do Financial Times, Trump está acelerando o processo de aprovação da vacina da Oxford (Inglaterra) contra o Covid-19 para antes das eleições de novembro.

Com os ativos de risco se valorizando, as moedas de países EM ganham terreno frente ao dólar, sinalizando que teremos uma abertura da moeda em baixa por aqui.

Desejamos a Todos uma Ótima Semana,


Ney Martini

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

36 anos de experiência em mercado Forex

Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável pelas operações de câmbio e derivativos

Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.

#pandemia #coronavirus #viruschines #epidemia #calldemercado #neymartini #dolarcomercial #forex #fxcorporate #covid19

#riskON #vacina #oxford #donaldtrump

3 visualizações

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Câmbio on-line. Cotações em tempo real!
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify