• Ney Martini

Call de Mercado - 29 de Julho

Atualizado: Jul 30

Bom Dia,

Dia de Fed. Penúltimo dia do mês...

Dólar Ontem

O dólar fechou estável, à R$ 5,157. A moeda abriu em alta - chegou a bater nos R$ 5,204 - refletindo a aversão ao risco que se via no exterior. Mas aos poucos foi cedendo para fechar no zero, seguindo praticamente à risca o movimento visto lá fora.

É o que estamos vendo faz algum tempo: a tendência de médio prazo é de desvalorização do dólar. E localmente tivemos um empurrãozinho do Caged, que mostrou um número muito menos pior do que o esperado. Também ajudou o resultado das transações correntes, que trouxe um superávit de US$ 2,2 bilhões em junho (melhor para o mês desde 1995).

Taxa de Juros nos EUA

Quando você acha que a taxa de juros subirá nos EUA? Veja o que pensam os economistas:

A maioria (mais de 60%) aposta que teremos ao menos um aumento no período considerado...

Goldman Sachs e o dólar

Um dos maiores bancos do mundo, O Goldman Sachs afirma que a alta do ouro está colocando em risco o dólar como reserva global de valor: “o ouro é a moeda de último recurso. A expansão dos balanços do Fed e a enorme criação de dinheiro geram medo de queda do dólar”.

A moeda norte-americana teve seu pior mês de julho desde a última década (medido pelo DXY, que é uma cesta de moedas fortes). A possibilidade de uma desvalorização adicional da moeda é bastante provável. Trata-se de um novo ciclo (mostramos o gráfico ontem).

A busca pelo ouro é impulsionada pela insegurança política, pela baixa taxa de juros e pelo risco de um processo de alta dos preços. Atualmente vale US$ 1.970/onça, e a estimativa é de bater US$ 2.300 em um ano.

Hoje

Dia de Fed (decisão sai às 15h. Mais importante será o discurso de Powell, que acontece 30 min depois). Antes, às 11h, sairão os dados de vendas pendentes de moradias e às 11h30 os estoques de petróleo nos EUA. Por aqui, nada relevante.

Os ativos de risco estão comportados: as bolsas asiáticas fecharam em alta (China fechou com o maior ganho na semana), as bolsas europeias operam pra cima (exceção à Alemanha, que está estável), e os futuros de NY sinalizam uma abertura positiva (neste momento o S&P sobe 0,25%). As moedas EM se valorizam frente ao dólar (menos a lira turca), mas não muito.

Os mercados estão no aguardo do Fed: a princípio de maneira positiva, favorecendo a tomada de risco (pero no mucho). Desta maneira, o real deve abrir de lado, com uma leve tendência a se valorizar (o dólar deve cair).

Mas... e não se esqueçam que estamos no final do mês (formação da PTAX)!

Saúde a Todos,

Ney Martini

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

35 anos de experiência em mercado Forex

Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável pelas operações de câmbio e derivativos

Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.

#pandemia #coronavirus #viruschines #epidemia #calldemercado #neymartini #dolarcomercial #forex #fxcorporate #covid19

#goldmansachs #ouro #dolar #jeromepowell

0 visualização

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify