• Ney Martini

Call de Mercado - 4 de Junho

Atualizado: Jun 5

Bom Dia,

Dia de trégua após os R$ 5,01 ontem!

Mercados Ontem

Em dia bastante positivo nos mercados globais, o real aproximou-se dos R$ 5,00. No encerramento, a taxa spot fechou à R$ 5,0925, uma queda de 2,30%.  Na B3 (eletrônico), fechou à R$ 5,0625. Na mínima, bateu nos R$ 5,0175. O real teve o melhor desempenho entre as 33 moedas mais líquidas do mundo.

A queda do dólar é global, e o mercado vê que o pior da crise ficou pra trás. E por aqui, dizem que o real destaca-se pois está descontando aquele ‘overshooting’ visto no mês passado (os quase R$6/US$1).

O ADP nos EUA divulgado ontem veio bastante ‘positivo’ (ou menos pior que o esperado): de uma projeção de perda de 8,75 milhões de postos de trabalho no setor privado, o número veio bastante abaixo, à 2,76 milhões. Outras notícias importantes que vieram dos Estados Unidos foram o tom mais apaziguador de Trump em relação à China e uma certa calmaria nos protestos sociais por lá.

E aproveitando essa melhora no cenário externo, o Tesouro Nacional fez ontem duas emissões e captou US$ 3,5 bilhões, papéis de 5 e de 10 anos. A demanda foi de US$ 18 bilhões e demonstra a liquidez global e o interesse do investidor estrangeiro pelo país. Isso é fluxo.

A bolsa fechou aos 93.002 pontos (+2,15%), e inclusive agora o Goldman Sachs a elegeu como a “preferida do mercado acionário dos emergentes, oferecendo a melhor oportunidade de recuperação caso o sentimento de retomada de risco persistir”.

Ajudado pela retomada das economias, o petróleo também subiu para fechar em US$ 39,79. Isso ajuda a Petrobras (...e a bolsa, e o nosso real).

Agenda

O presidente do Bacen, Roberto Campos, participa de uma reunião fechada com a imprensa (14h). Lá fora o grande destaque é a coletiva do BCE às 9h30 para comentar sua decisão de política monetária. Nos EUA sairão balança a balança comercial e os pedidos semanais de auxílio-desemprego. O mercado também ficará de olho na reunião da OPEP, que ainda não tem data confirmada mas pode ser hoje.

Hoje

Estamos vendo uma interrupção no rally: o dólar está recuperando um pouco de terreno hoje e todas as moedas de emergentes caem hoje (o dólar valoriza-se). Os futuros de NY apontam para uma abertura no negativo, mesmo sinal visto nas bolsas europeias. Na China, os mercados fecharam em alta na expectativa de novos estímulos. Por aqui, o dólar deve abrir em alta, interrompendo um pouco esse movimento de baixa visto nas últimas sessões. Deveremos seguir o exterior.

Muito Obrigado,


Ney Martini

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

35 anos de experiência em mercado Forex

Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável pelas operações de câmbio e derivativos

Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.

#pandemia #coronavirus #viruschines #epidemia #calldemercado #neymartini #dolarcomercial #forex #fxcorporate #covid19

#bacen #bce #opep #ADPEUA

0 visualização

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify