• Ney Martini

Call de Mercado - 8 de Junho

Bom Dia,

É dólar abaixo de R$ 5,00!

Semana Passada

O dólar teve a maior queda semanal desde 2008: -6,45%. Fechou abaixo dos R$ 5,00, à R$ 4,993 (spot), menor taxa desde 26 de março. Somente na sexta-feira a queda foi de 2,65%. Na mínima, chegou até os R$ 4,939.



A semana começou com um real descolado do exterior: enquanto todas moedas valorizavam-se frente ao dólar, o real perdia valor por aqui. Um final de semana complicado no campo político fez os agentes se protegerem e comprarem dólares, e o Banco Central interveio vendendo US$ 530 milhões no mercado à vista. Recado dado!!! A partir daí nossa moeda ajustou-se aos seus pares e começou a se valorizar, e até de uma maneira mais acentuada.

Uma elevada liquidez mundial, aliado a notícias de retomadas das economias no mundo todo serviram como combustível para os ativos de risco. O petróleo passou dos US$ 40/barril. Aproveitando essa liquidez, o Tesouro Nacional captou US$ 3,5 bilhões (a demanda foi 4 vezes maior, e parece que temos um pipeline de emissões de mais US$ 5 bilhões), demonstrando o interesse do investidor pelos papéis brasileiros. E na sexta veio a melhor notícia, o Payroll nos EUA: a previsão era de um fechamento de 8,75 milhões de empregos nos EUA e veio a criação de 2,5 milhões...Isso é sinal de que a recuperação da economia americana poderá vir mais rápido do que todos esperavam (seria ela em V?).

O Ibovespa não foi diferente e fechou a semana com ganho de 8,28%, aos 94.637 pontos. As bolsas americanas também: S&P ganhou 4,91% e o DJ subiu 6,81% no período.

Mas muitos analistas afirmam que ainda é cedo para se afirmar que o pior ficou pra trás, e não descartam uma segunda onda de infecções. Outros alertam para a volta dos conflitos sino-americanos, que poderão voltar as manchetes.

Esta Semana

Além de ser mas curta por aqui (feriado na quinta-feira), é semana de Fed: tem reunião de política monetária nos EUA com decisão de juros e novos estímulos na quarta-feira (15h). No mesmo dia teremos CPI (inflação por lá) e na sexta saem dados da produção industrial na zona do euro. Por aqui o destaque vai para o IPCA de maio, que conheceremos na quarta-feira. E a semana já nos trouxe a decisão da Opep de estender o corte de produção este mês.

No campo político local, as manifestações deste final de semana podem trazer alguma cautela aos mercados. Na terça tem TSE e na quarta de STF, que julgam ações contra o presidente Jair Bolsonaro.

Hoje

Os futuros de NY estão em alta e as bolsas europeias caem um pouco. Os índices chineses fecharam em alta ainda na expectativa de mais estímulos. As moedas EM continuam ganhando terreno frente ao dólar, à exceção da lira turca, onde o dólar sobe. A continuidade da tomada de risco favorece a uma abertura do dólar em baixa por aqui. O mercado tenta manter o rali da semana passada...

Tenham Todos uma Ótima Semana!


Ney Martini

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

35 anos de experiência em mercado Forex

Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável pelas operações de câmbio e derivativos

Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.

#pandemia #coronavirus #viruschines #epidemia #calldemercado #neymartini #dolarcomercial #forex #fxcorporate #covid19

13 visualizações

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Remessas expessas. Batemos a #transferwise !
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify