• Rodrigo Madke

Call de Mercado - 9 de Setembro

Bom Dia,


As ações dos EUA devem dar um salto na abertura, após as piores perdas em um dia em meses, mas Lululemon e Slack enfrentam pressões iniciais após seus relatórios na noite de terça-feira. AstraZeneca interrompe o teste de seu medicamento Covid-19. E os EUA e a Opep dão seus dois centavos no mercado de petróleo antes que o American Petroleum Institute atualize os estoques. Aqui está o que você deve observar nos mercados financeiros na quarta-feira, 09 de setembro. 1. Ações devem saltar após a liquidação tecnológica - Os mercados de ações dos EUA devem saltar na abertura após a liquidação liderada pelas ações de tecnologia na terça-feira, que colocou o Nasdaq Composite firmemente no território de correção. Às 8h36 (horário de Brasília), o contrato futuro do Nasdaq 100 subia 166 pontos, ou 1,5%, enquanto o contrato S&P 500 subia 0,6% e o contrato futuro Dow 30 subia 110 pontos, ou 0,4%. O Nasdaq Composite caiu mais de 4,1% na terça-feira em meio a um rápido desenrolar das posições especulativas tomadas sobre a Tesla (NASDAQ:TSLA) e as ações de tecnologia de grande capitalização durante o verão no hemisfério norte. A Tesla tinha alta de 6,9% no pré-mercado após uma queda de 21% - sua pior perda em um dia - na terça-feira. As ações da Apple (NASDAQ:AAPL) estavam em vias de recuperar cerca de metade de suas perdas, começando 3,6% mais altas. As ações da Microsoft (NASDAQ:MSFT) subiam 2,2%. 2. Ásia cai, Europa sobe - Os mercados globais novamente seguiram caminhos separados, com os mercados japonês, coreano e chinês caindo fortemente, enquanto os europeus subiram. Como os EUA, a China também testemunhou um mercado em alta especulativo, impulsionado pelo varejo, desde março, que agora parece que está começando a se desfazer: o CSI 300 caiu 2,3%. O Nikkei japonês também caiu, 1,1%, com o Softbank - cujas pesadas compras de opções alimentaram a alta do verão nos EUA - caindo 2,9%. Em contraste, os mercados europeus estavam todos em alta. Novamente, isso foi em função de ter acompanhado a queda dos EUA no comércio da tarde de terça-feira. O euro se estabilizou ligeiramente acima de US$ 1,1750. 3. Testes da AstraZeneca - A AstraZeneca (LON:AZN) disse que interromperá os testes clínicos de fase 3 da vacina que está desenvolvendo para tratar o vírus da Covid-19, no que descreveu como uma etapa de "rotina" após uma reação adversa inexplicada em um único paciente. A droga, que está sendo desenvolvida em conjunto com a Universidade de Oxford, foi amplamente considerada uma das primeiras a ficarem disponíveis no próximo ano. É o primeiro revés significativo para qualquer uma das principais vacinas candidatas e um lembrete de como o processo de autorização de medicamentos pode ser incerto. A notícia tem como pano de fundo uma discussão acalorada sobre a possível politização do processo de aprovação nos EUA. As ações da AstraZeneca caíam 1,4% em Londres, enquanto as de algumas de suas rivais - como Pfizer (NYSE:PFE), Biontech (NASDAQ:BNTX) e Johnson & Johnson (NYSE:JNJ), subiam modestamente. 4. Petróleo - Os preços do petróleo se recuperaram durante a noite com o retorno de um grau de estabilidade aos ativos de risco. Às 8h36, os futuros do petróleo dos EUA subiam 1,6%, a US$ 37,35 o barril, embora ainda esteja claramente abaixo da faixa de US$ 40 - US$ 45 a que o mercado se acostumou durante os últimos meses. Os futuros do Brent subiam 1% a US$ 40,16, após ser negociado abaixo de US$ 40 na noite de terça-feira. Mais tarde na quarta-feira, o governo dos EUA publicará suas previsões para a energia no curto prazo, enquanto a Organização dos Países Exportadores de Petróleo divulgará seu relatório mensal do mercado de petróleo. A estimativa do American Petroleum Institute sobre o fornecimento de petróleo bruto dos EUA também é esperado às 17h30.


Abertura do Mercado, principais moedas operando em forte alta.


O que vai rolar hoje

  • FGV: IPC-S Capitais (1ª quadrissemana de setembro) (8h) - 

  • IBGE/IPCA: índice cheio projeta 0,25%, na mediana, ante 0,36% em julho; em 12 meses, 2,43% até agosto, ante 2,31% até julho (9h) - ++ATENÇÃO/IBGE: IPCA de agosto, a inflação oficial do país, desacelera para 0,24%, de 0,36% em julho; mediana era 0,25%. ++IPCA acumulado do ano vai a 0,70% e, em 12 meses, a 2,44%

  • IBGE: Pesquisa Industrial Mensal Regional de julho (9h)

  • Campos Neto (BC) participa do evento Conexão Pix (10h)

  • EUA/Deptº do Trabalho: relatório Jolts de julho (11h)

  • BC faz leilão de 12 mil (US$ 600 milhões) contratos de swap cambial para rolagem (11h30)

  • EUA: Steven Mnuchin (Tesouro) participa de evento (12h)

  • BC: fluxo cambial semanal (14h30)

  • EUA/API: estoques de petróleo e derivados (17h30)


Atenciosamente.

Rodrigo Ribeiro Madke

Consultoria e Câmbio Comercial


Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Remessas expessas. Batemos a #transferwise !
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify