• Gustavo Candiota

Cenário incerto. Mundo com medo. É hora de se proteger!

Poucas semanas atrás, falamos no Blog que mesmo discordando do sensacionalismo da mídia a respeito da disseminação do coronavírus chinês, impactos fortes seriam sentidos em breve. Não tanto pelas mortes que causou e ainda causará, mas por tudo que foi necessário (ou não) fazer para tentar conter a epidemia, gerando um "direct hit" econômico devastador. Haverá um efeito dominó que ainda nem foi sentido difícil de ser mensurado.


A China simplesmente parou. Quase ninguém está conseguindo fazer negócios com o país enquanto a situação não melhora. Quem importa de lá está em cabelo em pé. "Não sai nada do porto" dizem alguns empresários. Nos sites de notícias: "quase 50 bilhões de reais em perda de valor de mercado na bolsa" somando as empresas de capital aberto que exportam ao gigante asiático. Bancos evitando conceder crédito a milhares de empresas chinesas, desesperadas por salvar o fluxo de caixa enquanto o governo as obriga a manter suas portas fechadas. Só para dar alguns exemplos.


Mas... achávamos que o problema ficaria restríto a eles. Não ficou. O vírus está começando a aparecer e gerar "lockdown" na Itália e Coréia do Sul. Cidades já estão isoladas. Bolsas mundiais em queda livre. O medo passou a ser de Pandemia, e não mais epidemia. Leia as diferenças neste post.


Significa que todos morreremos e a raça humana está próxima do extermínio? É claro que não. Mas reforça a tese de que o impacto na economia global será talvez sem precedentes. Justamente num momento em que todos estavam otimistas na virada de ano. Com isso, estratégias de negócio estão sendo revistas, por investidores, empresários, exportadores, importadores, agentes do turismo e, claro, viajantes.


O que fazer?


Resposta: PROTEÇÃO. Hedge cambial. Compre o que precisa ser comprado. Assuma posição de quem quer protejer o patrimônio. Guarde dólar. Os grandes players estão todos correndo para o dólar americano e para o ouro. É o chamado momento de RISK OFF. Apetite por risco muito baixo.


Pare. De. Especular.


Encerre de uma vez por todas as orações pelo "vou esperar o dólar cair até o último dia". Ninguém sabe quando isso vai acontecer. Pode demorar bastante. Veja o comportamento do preço da moeda norte-americana em 2020, abaixo. A tendência de alta é tão clara que quase podemos chamar de "gráfico de concurso".



Encerre seu sofrimento. Aceite a realidade. Isso trará uma enorme paz a seu coração e à sua mente. Estamos num novo momento. Lembram do comentário do ministro Paulo Guedes em novembro de 2019, que destacamos aqui? "É bom se acostumar com o câmbio alto por um bom tempo". Acostume-se. Ou desista de qualquer viagem/negócio que tenha relação com moeda estrangeira. Pelo menos neste ano.


Bom Carnaval a todos.



Gustavo Candiota

Formado em Administração de Empresas pela PUCRS

Diretor da GC Prime Câmbio Inteligente

Executivo do mercado financeiro e assessor de câmbio Certificado AAI Ancord em 2010 e PQO Bovespa em 2012

CE Intr. Wall Street no New York Institute of Finance Criador do Blog do Câmbio



#graficodolar #hedgecambial #proteger #riskoff #lockdown

#dolarrecorde #alternativas #outrosdestinos #cambio

#coronavirus #epidemia #pandemia #viruschines #especulacao

173 visualizações

por Gustavo Candiota

PARA SUA VIAGEM:

Blog do Câmbio
Pacotes túristicos!
Seguro Viagem com a melhor assessoria!
Remessas expessas. Batemos a #transferwise !
Chip intenacional compatível com +200 países!

Patrocinam o Blog / Podcast / WebTV

Chip global mysimtrvl - Voz e Dados
Ivan Pons - Moda Masculina
A Operadora Oficial da EAA Oshkosh no Brasil
+ 55 assinantes

© 2016-2020 GC Prime Câmbio Inteligente.

SIGA-NOS

  • w-facebook
  • Twitter Clean
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • Branca Ícone Spotify