• Gustavo Candiota

Dólar: quem disse que dia de queda é dia de compra?

Atualizado: Fev 4

Frequentemente vemos pela internet recomendações sobre compra de dólar ou outras moedas importantes, quando estas entram em um dia de queda forte. Por quê? Melhor momento? É a famosa "oscilação favorável"? Tem algum estudo nestas sugestões?


Não. Nenhum.


Em grande parte dos casos, é simplesmente porque a casa de câmbio ou assessoria deseja que você compre. Ou seja, é para movimentar as vendas. Ok, tudo bem que se hoje está caindo, significa que é um dia melhor do que era ontem. Certo? Mas quem disse que amanhã não será melhor ainda? E semana que vem?


Pois é, talvez seja. Ou não. Mas para uma assessoria recomendar NÃO comprar, mesmo em um dia de desvalorização do câmbio, pode significar que um estudo um pouco mais aprofundado foi feito pela empresa. Seja por análise técnica (gráficos), ou por estudos macroeconômicos. Ou ambos.


Vamos tomar como exemplo o gráfico abaixo. Dólar americano nos últimos 6 meses.


Aposto com o amigo leitor que 90% das empresas que se dizem especialistas em câmbio recomendaram compra para o dólar nas datas das linhas vermelhas. Por quê? "Estava caindo forte". Bacana, mas se o cliente estivesse melhor assessorado, teria chance de pegar um preço menor em um futuro não muito distante, esperando mais alguns dias até os pontos verdes, correto? Então compraram caro.


Como evitar isso? Mas poderia ter caido no vermelho e depois disparado, não?


Sim! Ainda que seja impossível conseguir sempre fechar câmbio no ponto ideal, para aumentar as chances de encontrá-lo, você precisa de alguém que faça uma análise mais profunda, que utilize conceitos de análise técnica misturada com análise fundamentalista e, principalmente, com noção mais ampla tanto no gráfico quanto sobre o momento em que vive o país e o mundo. Eventuais reflexos de fatores políticos e econômicos no comportamento da moeda, seja em seu valor propriamente dito ou na paridade com o Real.


Se você deseja receber boletins mais avançados, diários, com recomendações de câmbio que, de fato, apoiam na decisão de compra e venda dos clientes, recomendamos assinar o GC Prime Club. Clique aqui e saiba mais.


Att


Gustavo Candiota

Formado em Administração de Empresas pela PUCRS

Diretor da GC Prime Câmbio Inteligente

Executivo do mercado financeiro e assessor de câmbio

Certificado AAI Ancord em 2010 e PQO Bovespa em 2012

CE Intr. Wall Street no New York Institute of Finance e Criador do Blog do Câmbio



Posts recentes

Ver tudo
Blog do Cambio new logo.png