• Gustavo Candiota

Opinião: fechar fronteiras não está funcionando.

Atualizado: Mar 19

Desde o início da Pandemia, governos adotam medidas draconianas para tentar conter o contágio do novo coronavírus. E a grande maioria não está conseguindo. Basta olhar os números e gráficos de novos casos e óbitos nos últimos 10 meses.


Por outro lado, estão conseguindo destruir alguns setores cruciais para a recuperação econômica dos respectivos países e com os quais possuem relação diplomática. Além disso, estão acabando com o emprego e a vida de milhões, dos dois lados das fronteiras. O que fazer, além de vacinar o maior número de pessoas o mais rápido possível?


Testes. Milhões de testes. Cada vez mais testes. E multa aos infectados que descumprirem quarentena. Principalmente se forem do grupo de risco, pois são estes que, em 99,9% dos casos, ocupam leitos de UTI. De resto, life must go on. Sim, a vida tem que continuar. Precisamos enfrentar a Pandemia com mais coragem, menos pânico. Temos que pensar mais com a razão e menos com a emoção.




Recentemente o Canadá resolveu impedir vôos para México e Caribe até final de abril. Vai funcionar? A presidente do WTTC (Conselho Mundial de Viagens e Turismo), Glória Manzo, em entrevista ao Portal Panrotas, opina que se trata de uma decisão infeliz e que é mais um fator para prejudicar a região já fortemente abalada. Ela afirma que bloqueios e cancelamentos de vôos não são a solução e lembra que o setor de viagens e turismo responde por quase 10% do total de empregos do país. E com o impacto devastador que a covid19 já provoca na America do Norte, estima-se que até 14 milhões de empregos podem ser perdidos no continente. Portanto, sugere mais colaboração entre os países. Mais planejamento, mais testes, mais rastreamento.


N