5 dicas para não sofrer com as oscilações do câmbio

29/04/2016

Boa tarde prezados leitores!

 

Vocês já perceberam como a elaboração, pesquisa e compra de um pacote de viagem, seja na internet ou com seu agente de viagens é prazeiroso em praticamente todos os itens? É bacana aproveitar uma super promoção de passagens, escolher o hotel após ver lindas fotos, escolher o carro para alugar imaginando a capota aberta e o vento batendo no rosto ao som de Bruce Springsteen, não? Que maravilha a sensação de vislumbrar as férias tão sonhadas em um cenário paradisíaco ou nos casinos de Las Vegas, ou nas pirâmides do Egito! MAS... em compensação, na hora de comprar os dólares ou euros... começa o martírio. As orações. As suposições. A ansiedade e o sofrimento. Sempre.

 

Pensando nisto, hoje resolvemos elaborar algumas dicas para que a compra de moeda estrangeira ou remessa internacional seja tranquila e sem sofrimentos prévios (ou posteriores) para você e sua família. Consideramos importante falar sobre isto, pois é comum a angústia de quem está por viajar ou fazer uma transferência ao exterior. Todos desejamos fazer um bom negócio sempre, fazer uma boa escolha, escolher o momento certo.

 

Porém, como ja afirmamos repetidas vezes neste blog, acreditem: não é possível definir o momento certo para realizar o câmbio. Nossa economia, além de operar no modelo flutuante, que possui forte oscilação de preços todos os dias, está passando por uma fase altamente especulativa. Portanto, garantimos: Não acredite nos "profetas". 

 

Acredite, nisto sim, em nossas 5 sugestões para que seu pré-embarque seja mais prazeiroso e o sentimento de arrependimento seja extirpado de suas viagens internacionais.

 

  1. Não fique fazendo torcida por queda. Orações não funcionam com o câmbio.

  2. Se sua viagem está distante, compre em pelo menos 2 partes, em momentos distintos (hedge cambial - proteção);

  3. Não se considere um azarado, pois quem tem sorte hoje pode ter azar amanhã. O Dólar sobe e desce o tempo inteiro. Nesta viagem está caro, mas você já teve viagens anteriores que estava barato, certo? E no futuro pode estar novamente;

  4. Após realizar a compra, pare de acompanhar o mercado. Não se arrependa do momento que foi feita a compra. O mais importante é que você tem condições financeiras de comprar a moeda e viajar;

  5. Pare de acreditar em quem diz que o dia da semana x ou o do mês y é de queda. Não é. Pare de acreditar em "termômetros" de câmbio. 

 

E por último, pesquise bastante para ter certeza que você bem assessorado por profissionais com histórico longo no mercado financeiro, cuja empresa opera taxas competitivas. Ah, e claro: sempre, absolutamente sempre, realize câmbio oficial. Não compre moeda estrangeira de doleiros. Esta prática é considerada crime e se um dia a receita federal captura o vendedor e tem acesso a sua lista de clientes, você sofrerá as consequências por ter sido a contra-parte no ato ilícito.

 

Um abraço e bom fim de semana a todos.
Gustavo Candiota

Diretor

 

 

Please reload

C O M P A R T I L H E !
VOCÊ GOSTOU DESTE POST ?
BLOG DO CÂMBIO RECOMENDA
Cobertura Global!
car rental_edited.png
booking_edited.png

Vai pegar a estrada? Alugue seu carro no portal Rentcars! Compare os preços em mais de 100 locadoras!

A melhor assistência no exterior!
Assine a Newsletter

Receba os principais posts do Blog em seu e-mail!

Anúncios Google

Ajude a manter o Blog do Câmbio gratuito. Conheça os anunciantes!

por Gustavo Candiota

Posts Em Destaque