Cuidado! os "ciganos" do câmbio voltaram.

30/05/2016

Prezados leitores e clientes, bom dia!

 

Atenção: voltamos a perceber na mídia alguns "especialistas" em câmbio afirmando com convicção suas previsões sobre o futuro das moedas, ou seja, voltaram a prever o futuro! Estes mesmos que até 3 meses atrás respondiam a jornalistas ou blogueiros sobre o Dólar no final do ano a 4.30 como algo mais certo que a morte e os impostos, e que dias antes do afastamento de Dilma Rousseff, com a moeda norte-americana a 3.50, diziam "Não ter mais como prever", agora dão entrevistas afirmando, pasmem, com uma convicção impressionante, que "com certeza o dólar vai subir". Entre os motivos: crise política, possível alta dos juros americanos, etc. Ok, são fatores que podem INFLUENCIAR a oscilação do câmbio, mas nunca GARANTIR o que vai acontecer.

 

Entenda: quem mais diz que sabe é o que menos sabe. Quem diz que não sabe é o que mais sabe.

 

Gostaram do ditado? Acabei de criar. Ele é 100% verdadeiro para os profissionais de câmbio. 

 

Não é possível que ainda existam pessoas em nossa área de atuação que façam previsões tão difíceis, quase que como jogando búzios em suas mesas de trabalho quando o repórter liga, apenas para se promoverem. Fiz uma leitura rápida em uma matéria divulgada hoje, onde um profissional ao mesmo tempo que GARANTE o dólar em alta nos próximos dias, sugere "comprar a moeda aos poucos". Como assim? Mas se é certo que vai subir, não é melhor o passageiro comprar todo o montante desejado? Pra que fazer preço médio?

 

Sempre acreditei numa teoria sobre opiniões de câmbio e volto a reforçá-la: os "profetas" vão conquistando clientes com este suposto diferencial (de saber quando vai subir ou cair), até que um dia um VIP necessita enviar 300 mil dólares para o exterior, acredita na previsão de seu consultor - ex: é certo que vai subir nos próximos dias - fecha o câmbio, e na semana subsequente a moeda desaba. Como este cliente vai se sentir? Completamente enganado. Perceberá que foi enganado ao calcular que teve um prejuízo gigante uma vez que após a sugestão de compra a cotação caiu, digamos, 5 centavos, e com isto teve uma perda de R$ 15.000,00. Isto poderia ocasionar inclusive uma ação judicial, dependendo do temperamento da pessoa e da maneira que o assessor de câmbio proferiu sua análise. 

 

Enquanto as previsões são para câmbio turismo, ninguém percebe se foi enganado ou influenciado, pois as quantias são pequenas. Mas deveria. Esta é nossa recomendação: fique atento. Não acredite em tudo que você lê. Menos ainda se enxerga alguém falando sobre CERTEZA em um dos mercados mais voláteis e imprevisíveis do planeta: o brasileiro. Estas pessoas fazem recomendações sem ter a menor noção do que estão falando ou, pior, muitas tem noção e estão fazendo propaganda enganosa e desonesta para conquistar vendas. A decisão por realizar sua operação tem que ser sua e somente sua.

 

Acredite, aí sim, em profissionais que traçam um histórico da moeda, comentam sobre o comportamento do câmbio no curto e médio prazo e evitam AFIRMAÇÕES. Os mais experientes e idôneos mostram cautela quando recebem consultas sobre o futuro do mercado financeiro e da economia. Eles podem até dar uma opinião sobre o que vai acontecer, mas sempre falando em chances, nunca em certezas. Os verbos "estimar" e garantir" são muito distantes em seus significados, mas no câmbio são usados por alguns quase que como sinônimos. Tome cuidado!


Tenham todos uma ótima semana.

 

Att

Gustavo Candiota

Diretor GC Prime

 

 

Please reload

C O M P A R T I L H E !
VOCÊ GOSTOU DESTE POST ?
BLOG DO CÂMBIO RECOMENDA
Cobertura Global!
car rental_edited.png
booking_edited.png

Vai pegar a estrada? Alugue seu carro no portal Rentcars! Compare os preços em mais de 100 locadoras!

A melhor assistência no exterior!
Assine a Newsletter

Receba os principais posts do Blog em seu e-mail!

Anúncios Google

Ajude a manter o Blog do Câmbio gratuito. Conheça os anunciantes!