7 programas incríveis em Nova York sem gastar nada

22/06/2016

Nova York é uma das cidades mais caras do mundo? Talvez. Mas ainda assim, existem programas sensacionais para fazer em Manhattan e seus arredores e, acreditem, gratuitos. Abaixo algumas dicas de quem já morou na cidade e volta anualmente. Dicas um pouco diferentes das manjadas e repetitivas que centenas de blogs apenas copiam e colam.

 

 

1) Andar no South Ferry até a Staten Island

 


A única maneira de ver a Estátua da Liberdade um pouco mais de perto, sem custo. Para chegar na estação do barco, pegar o Subway 1 downtown e descer na última parada. De quebra, você ainda pode conhecer a Staten Island. É um local pouco visitado por estrangeiros, mas muito bonito. Fique ligado: em breve será construída uma enorme roda gigante no local, virada para Nova York. Podem imaginar o visual de quem subir? Detalhe: o barco, público, tem wi-fi grátis , banheiros limpos e até cafeteria.

 

 

 

 

 

2) Visitar o museu do MoMA nas sextas feiras

 

Sim, neste dia da semana é gratuito das 4 às 8 da noite. Que tal? Não deixe de conhecer o famoso Museum of Modern Art. Fácil acesso, localizado na região central de Midtown. 6th ave x 53 st. Recomendado para quem realmente gosta de arte, do contrário será meio "boring" (entendiante). Ainda assim, é um local mundialmente famoso, vale a visita, ainda mais sem custo.

 

 

 

 

 

 

3) Passeio no Battery Park

 

Parque público, acesso através do World Financial Center, com um calçadão gigantesco que percorre toda a costa sul de Manhattan. Vistas incríveis para New Jersey e para a Estátua da Liberdade. Não deixe de visitar o memorial da 2a guerra e o monumento danificado e resgatado que ficava entre as torres gêmeas do World Trade Center. 

 

 

 

 

 

 

4) Aulas de dança e Yoga no Bryant Park

 

Localizado do lado da NYPL (New York Public Library) este pequeno e lindo parque possui um calendário de eventos recorrentes em todas as estações. Exemplos: na primavera, aulas de Yoga e dança.. até forró brasileiro! No inverno, patinação em pista de gelo. Tudo grátis.

 

 

 

 

 

 

5) Dumbo district no Brooklyn

 

Após cruzar a ponte do Brooklyn à pé (todo mundo faz isto, esta é uma das dicas manjadas dos blogs), visite este pitoresco bairro, onde encontram-se pequenas livrarias e bares muito bacanas. É aqui que você encontra também um dos "hot spots" de fotografia mais desejados, famosos e escondidos da cidade. Neste local se consegue um ângulo de visão onde o Empire State Building fica posicionado exatamente dentro da Manhattan Bridge. Veja na foto! É "Breath taking" como dizem os americanos (de tirar o fôlego!). Provavelmente você já viu esta rua em muitos filmes mas nunca sabia onde era. Agora sabe! Aliás, uma curiosidade: sabe por que o bairro se chama DUMBO? É a sigla para Down Under Manhattan Bridge Overpass, em tradução livre para português significa: Bem abaixo da passagem da Manhattan Bridge. É... os americanos são muito criativos. Vale conhecer também a Brooklyn Promenade e seus arredores. Bairro totalmente revitalizado. 

 

 

 

 

6) Visitar o Museu da Times Square

 

Pouca gente conhece, mas ele existe. É pequeno, mas a entrada é franca, todos os dias. Além de algumas curiosidades e fatos históricos do famoso conjunto de quadras, é neste local onde muitos visitantes preenchem pequenos papéis com seus desejos para o ano vindouro, que serão jogados do alto dos prédios no reveillon seguinte. Já viu alguma vez as filmagens deste momento, quando após a descida da bola gigante e o ano novo chega de repente surgem milhares de papeis caindo do céu? São estes com os desejos! 

 

 

 

7) Conhecer a cidade de Hoboken

 

O nome é esquisito e e a cidade é pouco conhecida. Mas pouco conhecida pelos brasileiros. Os moradores de Manhattan e americanos em geral são fãs deste local. Por dois motivos. 1) o visual do Pier A Park, que possui um gramado com a, sem exageros, mais linda vista do skyline de Manhattan, principalmente no entardecer. Obs: tem shows e filmes gratuitos no verão. 2) A pitoresca Washington Street, com dezenas de mini bares, restaurantes e pubs e todo tipo de comida e cultura que você pode imaginar. Se fosse escolher a melhor das 7 dicas, eu diria que é esta. Vale a pena! Como chegar a Hoboken? Pegue o metro PATH na 11st ou no hub do WTC e desça na última parada. O trem passa por baixo do Rio Hudson.

 

 

Gostaram? Escreva nos comentários se você já fez algum destes programas e se gostou. Sugestões de outros passeios são bem vindas também, pois na Big Apple sempre temos coisas novas para conhecer.

 

Dica do Blog: Para hotéis e acomodações em Nova York recomendamos o portal Booking.com.

 

Att

Gustavo Candiota

Diretor GC Prime