O Calvário do Bitcoin. Até onde vai?

17/01/2018

Trabalhei por bastante tempo com um grande economista em uma corretora de valores de Porto Alegre, entre 2010 e 2013. Em algumas de suas palestras, ele definia em uma frase os prejuízos astronômicos que os investidores identificavam somente após entenderem no que estavam aplicando:

 

"Quando a sirene do tsunami toca, os corpos já estão boiando."

 

Algo semelhante ocorre hoje com os especuladores do Bitcoin. Estariam eles agora boiando e a sirene tocou? Talvez. Vamos tentar explicar porque, em nossa opinião, foi possível prever o que está acontecendo.

 

 

Primeiramente, entenda nossa opinião sobre a tecnologia, os riscos e as recomendações que fizemos em 18/12/2017, clique aqui para acessar o artigo no arquivo do Blog do Câmbio. coincidentemente foi escrito em uma data que hoje percebemos ter sido o topo histórico da criptomoeda. Pelo menos até agora. Queremos deixar claro o acaso, pois talvez numa situação dessas muitos concorrentes ditos "especialistas de mercado e de câmbio" aproveitariam para fazer marketing divulgando que "anteciparam o movimento e avisaram todos os seus clientes sobre a queda que estavam por vir". Ou uma alta, no caso do dólar. Nós não. Resolvemos naquela quarta-feira, há 1 mês atrás, apenas comentar sobre o assunto mais falado do momento, após muitos internautas e clientes de nossa assessoria solicitarem mais informações.

 

Para também mostrar que não foi um alerta isolado, ouçam minha participação no programa Radio Livre, da Rádio Bandeirantes RS FM 94.9 em 11/01/2018 quando novamente alertei para os riscos de investir em Bitcoin. Obs: Avançar até 01h40m para ouvir o comentário.

 

Voltando ao comentário do economista e tentando traduzi-lo:

 

Muitas pessoas entram em um mar que parece calmo e maravilhoso, nadam por uns dias num lugar semelhante ao paraíso, acreditam que encontraram a felicidade mas... de uma hora pra outra percebem que o chão tremeu forte... e um tsunami avassalador aparece no horizonte, em poucos segundos atropelando tudo o que vê pela frente. É tão rápido que quando a sirene de alerta é acionada pelas autoridades, todos já foram engolidos pela água e seus corpos estão boiando.

 

Comentário pesado, não? Mas é nessa linha de raciocínio o que estamos vendo hoje com o Bitcoin. Por quê?

 

Para nós que acompanhamos atentamente há alguns meses o ativo (mais de longe, há anos), temos interesse em fazer parte, já iniciamos alguns contatos e estudamos possíveis parcerias, mas ainda adotamos extrema cautela para começar a aplicar e recomendar aos clientes, ficamos incrédulos ao perceber que:

 

  1. Poucas pessoas estão estudando de verdade a tecnologia do blockchain e suas limitações;

  2. Poucas pessoas estão pesquisando sobre as chances de roubo ou hacking de bitcoins;

  3. Muitas estão investindo percentuais grandes de seu capital apenas "para não ficar de fora";

  4. Muitas estão investindo por entrarem na conversa do "chega de pagar taxas para os grandes bancos";

  5. Quase ninguém está acreditando no poder dos Banco Centrais e governos para controlar o avanço da nova tecnologia;

  6. Quase ninguém está dando importância para o fato de a mesma tecnologia estar sendo usada para monstruosas transações ilícitas / lavagem de dinheiro no mundo todo;

  7. Quase ninguém sabe que, além do Bitcoin, já existem outras 1300 criptomoedas;

  8. Todos que estão comprados acreditam que é "apenas uma correção" (quem entende de análise técnica sabe que é muito mais do que isso).

 

Observamos donos de canais de youtube com mais de 400 mil inscritos, cheios de convicção e que passam uma imagem de grandes intelectuais com estandes cheias de livros antigos ao fundo, recomendando uma entrada em massa no mundo das criptomoedas ainda dizendo a quem sugere o contrário que "Não entendem nada sobre bitcoins. Ou sobre investimentos." Ou então sugerem que quem não concorda "nunca vai ganhar dinheiro". Para não parecerem extremistas, dizem "só invista se você entende do assunto." Engraçado perceber que quem não entende são eles. E levam consigo pessoas inocentes e bem intencionadas para um mundo desconhecido por TODOS. 

 

Observamos brasileiros que vivem no exterior falando que agora tudo nos próximos anos estará com seus pilares sobre o blockchain. Que todos os fundos multi-mercados e Venture Capital estão apostando nisso. Que o mundo vai girar em torno disso. E esquecem o que recomendavam a meses atrás. Ou querem esquecer.

 

Observamos também pessoas de classe média contraindo dívidas para investir em Bitcoin.

 

Observamos inclusive um certo radicalismo em quem enxerga nas criptomoedas a "salvação para acabar com os bancos fascistas". Um discurso totalmente ideológico e sem qualquer aprofundamento no que mais importa: conhecer a tecnologia, os riscos e o TEMPO que ainda pode levar para virar uma realidade no que tange reserva real de valor e, mais distante ainda, para virar um meio de pagamento de verdade.

 

Hoje, 17/01/2018, com o Bitcoin valendo menos de U$ 10k, essas pessoas evitam comentar sobre o assunto. Estão atônitas, "seus corpos estão boiando.". E ficamos tristes de saber que milhares estão desesperadas. Para estas, um alento: por mais que nosso time esteja de fora dessa "onda", enquanto apenas observa seu comportamento há quase 3 anos, acreditamos de verdade que o futuro do dinheiro está aí ou em algo próximo disso. Após ajustes, após o estouro da bolha e, acreditem e aceitem, após um mínimo de regulamentação dos BCs para que as transações sejam realmente confiáveis, podemos sim abandonar um dia - ou pelo menos tornar secundárias - as milhares de moedas soberanas de mais de 200 países para ter apenas algumas criptomoedas e facilitar a vida de muitas pessoas e empresas. Antes disso acontecer, qualquer ganho de curto prazo será com pura especulação. E sorte.

 

Nossa recomendação segue a mesma de 18/12: cautela. Quer participar da "festa" para ter chance de altos ganhos em pouco tempo? Participe. Pode ter um final feliz, mas tenha em mente o alto risco de voltar pra casa frustrado. Sem nada. 

 

Enfim, este post vem em momento oportuno mais como um desabafo. De alguém que há anos trabalha não apenas com investimentos, mas também com Informática. De alguém que vê pessoas na internet sem qualquer qualificação no assunto sendo "empreendedores de palco" e incentivando milhares a entrar em um terreno que, no momento, ainda é praticamente desconhecido. Saiba muito bem onde você está investindo seu dinheiro e, mais do que tudo, saiba de quem você está pedindo recomendações.

 

Att

Gustavo Candiota

Diretor GC Prime Câmbio Inteligente

Analista de Sistemas

17/01/2018

 

 

 

 

Please reload

C O M P A R T I L H E !
VOCÊ GOSTOU DESTE POST ?
BLOG DO CÂMBIO RECOMENDA
Cobertura Global!
car rental_edited.png
booking_edited.png