Call de Mercado - 26 de Novembro

26/11/2019

Bom Dia,

 

“Acostume-se com o dólar alto!”.

 

Em evento em Washington, o ministro da Economia Paulo Guedes disse que não vê nenhum problema no dólar alto. “O juro é mais baixo e, agora, o câmbio de equilíbrio é mais alto, é bom se acostumar com isso por um bom tempo. E isso ainda não foi compreendido pela maior parte da população”.

 

Ontem a moeda bateu seu próprio recorde e fechou à R$ 4,227, muito perto das máximas do dia inclusive. Os juros também fecharam em alta e o janeiro/25 fechou em 6,57%. Já o Ibovespa caiu 0,25%, encerrando em 108.424 pontos.

 

Ainda ontem, o presidente do Bacen, Campos Neto, mostrou-se um pouco surpreso com os dados da balança comercial: “há piora disseminada em conta corrente e a velocidade surpreende. As contas externas devem influenciar mais câmbio e indicam um dólar maior”.

 

E falando nisso, dados da balança comercial apontaram um déficit de USD 630 milhões na quarta semana deste mês, resultado de exportações de USD 2,666 bilhões em exportações e de USD 3,296 milhões em importações. No mês, o déficit está acumulado em USD 1,099 bilhão, mas no ano o resultado ainda é positivo em USD 33,822 bilhões. O que chama a atenção nos números é a queda das exportações, que caíram cerca de 38,4% se considerarmos a média histórica diária. Já para as importações a queda foi de 14,8%, puxado principalmente pelo item adubos/fertilizantes (-22,4%).

 

 

 

Atualizando nosso capítulo à cerca das negociações comerciais EUA x China, ontem o mercado renovou as apostas de que as duas potências chegarão a um acordo ainda neste ano. Segundo o Ministério de Comércio chinês, chegou-se a um consenso sobre alguns pontos sensíveis.

 

Para ficarmos de olho, hoje teremos o IHS Markit na zona do euro (inflação) e nos EUA teremos dados da balança comercial (10h30), as vendas de moradias novas (12h), a confiança do consumidor pelo Conference Board (12h) e o Índice de Atividade Regional de Richmond (12h). Por aqui, além dos tradicionais leilões do Bacen (USD 785 milhões), teremos o relatório da dívida pública em outubro (10h) e eu também ficaria de olho em Campos Neto que participará de um seminário do Correio Braziliense (14h).

 

Agora lá fora os mercados operam em marcha lenta, já à espera do feriado da quinta-feira nos EUA (e do Black Friday). As moedas EM perdem um pouco de terreno frente ao dólar (assim como ontem), com oscilações de até 0,25% (casos da lira turca e do rand sul-africano).

 

Tenham Todos um Ótima Terça-feira.

 

 

Ney Martini

 

Formado em Adm. de Empresas pela UFRGS

35 anos de experiência em mercado Forex

Mais de 10 anos de atuação no Citibank como Treasury Trader

e outras passagens por grandes bancos e corretoras, responsável

pelas operações de câmbio e derivativos

 

 

 

 

 

Aviso: este texto foi integralmente transcrito de boletim interno para o Blog do Câmbio mediante autorização formal do Autor. A reprodução, total ou parcial, em outras páginas é terminantemente proibida.

Please reload

C O M P A R T I L H E !
VOCÊ GOSTOU DESTE POST ?
BLOG DO CÂMBIO RECOMENDA
Cobertura Global!
car rental_edited.png
booking_edited.png

Vai pegar a estrada? Alugue seu carro no portal Rentcars! Compare os preços em mais de 100 locadoras!

A melhor assistência no exterior!
Assine a Newsletter

Receba os principais posts do Blog em seu e-mail!

Anúncios Google

Ajude a manter o Blog do Câmbio gratuito. Conheça os anunciantes!

por Gustavo Candiota