Meu churrasco ficou mais caro. Por quê e até quando?

04/12/2019

Recentemente os brasileiros e, principalmente, os gaúchos tiveram uma surpresa desagradável nos supermercados. A carne bovina sofreu forte reajuste de preços e de maneira geral, não foi um movimento local. Assar aquele churrasquinho com a família todos os domingos vai pesar bem mais no seu orçamento mensal. O que fazer?

 

Antes de sugerir o que fazer, é preciso entender o que está acontecendo, pois diversos fatores combinados são os responsáveis pela disparada, inclusive em outras proteínas como Frango e Porco, uma vez que já está havendo um movimento de migração das pessoas para estes dois últimos a fim de afetar menos o orçamento da família. Com mais procura por eles, seus preços também sobem.

 

 

Então, vamos aos motivos que estão tornando seu churrasco mais caro:

 

  1. Câmbio em níveis recordes, favorecendo exportações. O Brasil fica mais competitivo no mercado mundial;

  2. Guerra comercial EUA x China que parece não ter fim, faz o gigante asiático priorizar outros mercados em detrimento do americano, entre eles: o nosso;

  3. Apetite Chinês está maior do que nunca após surto de peste suína na Africa, que dizimou metade de seu rebanho; 

  4. Preço da arroba do boi gordo em níveis recordes (veja no gráfico);

  5. Reaquecimento da economia brasileira como um todo, que traz aumento de preços de maneira geral;

  6. Especulação de mercado (sentimento: medo);

  7. Novos acordos comerciais Brasil x China que facilitaram a exportação para eles.

 

Entenda: Os chineses estão aceitando pagar ate 15% a mais do que o mercado local pelo mesmo produto. Obviamente o pecuarista vai priorizar vender pra fora, para auferir mais lucro. O produto aqui fica mais escasso, o preço aumenta, principalmente em época de festas de fim de ano, onde a demanda é altíssima. Ou seja, a relação oferta x demanda é a pior possível para nós, consumidores brasileiros, neste momento.

 

Estamos passando por uma "tempestade perfeita" da carne !

 

Observem o quão impressionante está o gráfico com o preço do boi gordo no segundo semestre de 2019.

 

Mas então, com esse cenário trágico para os adeptos do churrasco. O que fazer? Virar vegetariano?

 

Calma! Não deve se manter assim por muitos meses, a previsão é recuo do valor da arroba a partir de janeiro 2020, quando haverá um ajuste na relação oferta x procura. Mas torça para que o dólar também ajude e recue um pouco. Donald Trump também contribuiria bastante se excluísse sua conta do Twitter.

 

 

Até lá, algumas sugestões para os amigos leitores:

 

  1. Reduza a quantidade de carne por pessoa, mesmo que não sobre para o famoso carreteiro;

  2. Tente substituir os cortes mais nobres por outros menos. Aumente a proporção dos complementos. Ex: Vegetais grelhados, pães, queijos. Use a criatividade.

  3. Propor aos amigos um galeto, ou "choripan" ? Quem sabe um "Churrálcool" ?

  4. Convide menos pessoas para o churrasco! Brincadeirinha :)

  5. Prefira fazer em casa, não em comer nos restaurantes, principalmente os "gourmetizados" (Ex: qualquer um que contenha a palavra "steak" no nome)

  6. Buscar outros tipos de alimentos, mais saudáveis! Reduza a carne vermelha. Ex: coma Peixes, massa integral, com molho pesto, ou Al Funghi. Mais cereais, legumes e frutas. Ovo cozido. Produtos à base de soja. Sim, muitos produtos saudáveis são mais caros, mas do jeito que está a carne, há como gastar menos com estas sugestões, se bem escolhidas.

  7. Consulte uma nutricionista!

 

 

Vale um choque de realidade: O brasileiro sempre foi "mal acostumado" com o preço da carne bovina. Na maioria dos países do mundo, comer cortes bovinos é extremamente caro. Sempre foi. Digamos que agora estamos passando por uma realidade mais próxima dos demais. Quando estávamos em época de câmbio baixo (faixa dos R$ 3,00) era motivo de comemoração para viajantes internacionais, no entanto de lamentação para produtores que não conseguiam rentabilizar seu negócio com a exportação. Agora "o vento virou" e trouxe euforia para setor, quase uma "carta de alforria". O momento é fantástico para a pecuária e comércio exterior relacionado. Sem esquecer também que tudo isso favorece a balança comercial brasileira. 

 

Finalizando, é preciso comentar que a autor aprecia, e muito, um churrasco. E como consumidor também lamento a situação. Estou apenas tentando ajudá-los a passar por essa "tempestade" de forma descontraída e, porque não, aproveitando para pensar na saúde de todos, não apenas no bolso. Equilíbrio é fundamental.

 

 

 

Gustavo Candiota

 

Formado em Administração de Empresas pela PUCRS

Diretor da GC Prime Câmbio Inteligente

Executivo do mercado financeiro e assessor de câmbio

Certificado AAI Ancord em 2010 e PQO Bovespa em 2012

CE Intr. Wall Street no New York Institute of Finance

 

 

 

 

Please reload

C O M P A R T I L H E !
VOCÊ GOSTOU DESTE POST ?
BLOG DO CÂMBIO RECOMENDA
Cobertura Global!
car rental_edited.png
booking_edited.png

Vai pegar a estrada? Alugue seu carro no portal Rentcars! Compare os preços em mais de 100 locadoras!